Caio Fernando Abreu

Nunca Desista

De alguma forma, todos os dias alguém bate à nossa porta e nos convida a desistir. Caio Fernando Abreu

Nunca Desista

Às vezes me lembro dele. Sem rancor, sem saudade, sem tristeza, Sem nenhum sentimento especial a não ser a certeza de que, afinal, o tempo passou. Nunca mais o vi, depois que foi embora. Nunca nos escrevemos. Não havia mesmo o que dizer. Ou havia? Ah, como não sei responder às minhas próprias perguntas! É possível que, no fundo, sempre restem algumas coisas para serem ditas. É possível também que o afastamento total só aconteça quando não mais restam essas coisas e a gente continua a buscar, a investigar -...

E eu sempre lembro…

Eu tô achando muito bom...

Eu tô achando bom, tô repetindo que bom, Deus, que sou capaz de estar vivo sem vampirizar ninguém, que bom que sou forte, que bom que suporto, que bom que sou criativo e até me divirto e descubro a gota do mel no meio do fel. Colei aquele "Eu amo você" no espelho. E é pra mim." Valorize-se e viva sua vida da melhor maneira possível! (Caio Fernando)

Eu tô achando muito bom…

1

Sobre o Autor

Caio Fernando Abreu